Imprensa
Franquias garantem expanso da farmcia de manipulao Vida Animal

09/07/2012

Franquias garantem expansão da farmácia de manipulação Vida Animal


A farmácia Vida Animal, que manipula medicamentos exclusivamente para animais, está expandindo sua atuação com a abertura de franquias pelo País. A projeção até 2017 é abrir duas unidades por ano. Somente em 2012 já foram inauguradas duas novas farmácias, uma em São Paulo/SP e outra em Vitória, no Espírito Santo. Até o final do ano, a expectativa é estabelecer mais um empreendimento na Capital paulista. A empresa é administrada pelas sócias e farmacêuticas Daniela da Rosa Moreira e Kathia Arneiro Martins. 

A Vida Animal iniciou as atividades em 2004 e foi pioneira neste setor, sendo a primeira farmácia veterinária de manipulação do Rio Grande do Sul. Nesse ano, as farmacêuticas - com experiência superior a 15 anos em manipulação de medicamentos para humanos - já procuravam um diferencial de mercado. Elas participaram de cursos específicos para manipulação veterinária e uma das sócias fez especialização em florais, defendendo seu trabalho de conclusão de curso intitulado “Ansiedade por Separação em Cães que Ficam Sozinhos Durante um Período do Dia”.

Durante a experiência na elaboração de medicamentos para seres humanos, a farmácia já manipulava algumas fórmulas para animais. Para uso interno, as farmacêuticas começaram a elaborar cápsulas e suspensões com sabor palatável, o que representou uma alternativa ao comprimido industrializado de gosto amargo, muitas vezes sem a dose correta e obrigando o proprietário do animal a partir o comprimido em várias partes.

No ano 2000, as farmacêuticas iniciaram uma pesquisa com novas matérias-primas para medicamentos de uso veterinário que melhorassem a adesão do pet ao tratamento. A partir de 2004, a Vida Animal entrou com a documentação para abertura da primeira farmácia específica de manipulação veterinária com laboratórios equipados para fórmulas de uso interno, externo, homeopatia e florais. Em 2008, a farmácia ampliou a estrutura física com a mudança da unidade de Porto Alegre para novo endereço, além da inauguração de outra na Capital gaúcha no ano de 2010.